Rua Salvador Simões, 596, - Ipiranga - SP
(11) 5060-2740

Anote Aí Gestor: Comunicação vs Informação

Existem inúmeras formas de trocar informações, um olhar, um trejeito ou mesmo uma onomatopeia. Seja verbal ou não, a interação entre indivíduos acontece de forma simbólica com um significado único e que depende de diversas variáveis.

Quando adentramos mais no ato de emitir e receber informações, adentramos em um conceito ainda mais complexo de como acontece, em fato, o diálogo entre 2 indivíduos. E, de certo, esse tipo de discussão é muito importante para uma empresa.

Dentro do contexto empresarial, saber que a mensagem que está tentando entregar está sendo efetivamente entendida pelos outros colaboradores é de essencial importância.

Pronto para discutir mais sobre esse assunto com uma visão corporativa? Continue lendo esse texto!

AFINAL, QUAL A DIFERENÇA ENTRE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO

É muito comum vermos esses conceitos misturados ou usados erroneamente, contudo, apesar de terem o mesmo cerne (troca de informações) eles são de extrema importância para uma troca de informações efetiva dentro do ambiente corporativo.

Informação tem o seu conceito mais comum como “ato ou efeito de informar”, contudo, não é uma via de mão dupla, ao informar, o emissor “descarrega” uma série de dados sobre o destinatário.

Quando falamos de comunicação, já a construção de um diálogo e também há uma expectativa, o destinatário daqueles dados deve entender a mensagem com o sentido correto, ou seja, as informações devem ser interpretadas de uma maneira específica. É por isto que é necessário estabelecer um diálogo.

Nem precisamos falar que a comunicação é a forma mais eficaz de trocar informações dentro de uma empresa.

A COMUNICAÇÃO DENTRO DA CORPORAÇÃO

Grande parte dos problemas que acontecem dentro de uma empresa tem sua origem na comunicação. Existem um constante dilema entre entender e compreender e isso está intimamente ligado a cultura corporativa.

A informação é passada, o colaborador não compreende o que se deseja dele e termina por desapontar. Muitas vezes faltam conceitos básicos para uma comunicação efetiva, em outras a mensagem foi falha.

Isso, inclusive ressalta a necessidade de estar sempre renovando os conhecimentos e realizando treinamentos internos. Existe uma preocupação implícita dos gestores pela mensagem emitida, mas é muito importante se perguntar se os colaboradores têm a base para entender a mensagem.

Mas o problema nem sempre está junto ao colaborador, mas sim ao gestor que aborda assuntos ou entra em discussões nas quais não se tem uma boa base, proporcionando algo raso e que os colaboradores dão pouca atenção.

Não somente, é necessário definir bem o que será comunicado, a abrangência do conteúdo e a abordagem.

O mais importante é sempre procurar um ponto de equilíbrio e manter um ambiente leve em que se pode ser questionado, permitindo sanar quaisquer desentendimentos que possam via a comprometer a produtividade e o próprio negócio.

Curioso para aprender mais sobre gestão de empresas? Continue acompanhando o nosso blog!

Deixe seu comentário