Artigo: guia rápido de como controlar suas perdas

O controle de perdas é uma grande questão para empresas de todos os tamanhos. Não importa se uma multinacional ou se uma MEI, no fim, evitar perdas desnecessárias está na lista de prioridades de todas os negócios.

A gestão da prevenção de perdas deve ser uma prioridade para qualquer empresa, afinal de contas, nada mais frustrante que realizar todas as boas práticas somente para chegar no final do mês e descobrir que o lucro não foi significativo. Isso se houve lucro, né?

Ficou curioso sobre esse assunto? Continue lendo esse texto e veja como controlar gastos imprevistos e outras questões ligadas a perdas sem expectativas de retorno!

AFINAL, O QUE É O CONTROLE DE PERDAS?

O controle de perdas nada mais é que um programa completamente voltado a reduzir perdas financeiras. Contudo, isso você já entendeu pelo próprio nome. A grande questão aqui está justamente em diminuir o risco financeiro que a empresa está exposta.

Uma das grandes questões aqui é justamente as metodologias e algumas boas práticas que podem ser empregadas a fim de atingir esse objetivo! Tudo isso objetiva principalmente a melhoria de processos ou a adoção de novos, diminuindo gastos desnecessários que antes drenavam o lucro da empresa.

A IMPORTÂNCIA DE IMPLEMENTAR O CONTROLE DE PERDAS

Quando se trabalha com o controle de perdas, não somente se objetiva aumentar o lucro através da diminuição de desperdícios e perdas em geral. Isso não somente ajuda a saúde financeira da empresa como também a ajuda a conquistar melhores resultados.

Esses resultados podem ser medidos em diversas áreas da empresa, afinal de contas, as perdas podem estar presentes em qualquer setor ou atividade! Nesse sentido, é muito importante passar o famoso “pente fino” na empresa e avaliar todos os processos!

Uma das principais causas de perdas estão justamente no armazenamento inadequado de produtos, falha na gestão de estoques e até mesmo acidentes de trabalho que podem causar transtornos muito maiores que a própria perda do produto.

ALGUMAS BOAS PRÁTICAS PARA O CONTROLE DE PERDAS

Separamos aqui algumas boas práticas para o controle de perdas, assim você já pode avaliar a sua empresa e, quem sabe, identificar alguns pontos que estão sendo responsáveis por diminuir a margem de lucro e a eficiência da sua empresa.

  • Gestão eficaz de estoque

O estoque é uma das principais causas das perdas em boa parte das empresas que sofrem com isso, especialmente se estamos falando sobre perecibilidade. Quando esse não é o problema, podemos abordar a obsolescência como causa de perdas, especialmente se forem produtos do momento.

Dessa forma, uma boa gestão de estoque fará toda a diferença em suas finanças. Nesse sentido, se engana bastante quem pensa que uma gestão de estoque eficiente é uma planilha para registrar entradas e saídas, é necessário investir em um sistema realmente eficiente, tornando o ambiente a prova de furtos e fraudes.

Implementar técnicas de controle de estoque também são ótimas formas de evitar desperdícios, existe o gráfico ABC, softwares específicos e muito mais.

  • Implementar indicadores de desempenho

Os famosos KPIs (key performance indicators) são os melhores amigos da sua empresa. Primeiramente, eles permitem a avaliação dos resultados de melhorias implementadas. Dessa forma, se você já tem indicadores sobre a sua gestão de estoque, por exemplo, após implementar uma nova forma de gestão você poderá acompanhar os resultados da mesma.

Ao aplicar os indicadores para avaliar a quantidade de perda de produtos, o valor total, o percentual de perdas e também o percentual das perdas sobre o valor total do estoque, você terá dados importantes que irão te ajudar a avaliar o “tamanho do estrago”.

A partir daí, é possível elaborar planos de ação para ajudar com que essas métricas atinjam os níveis ideais: 0%.

  • Criação de um setor especializado

Nada melhor para tomar conta de um problema na sua empresa que um setor inteiro dedicado a isso. Essa equipe estará direcionada e trabalhará exaustivamente para encontrar os pontos do processo onde as perdas estão acontecendo, irão estudar as falhas e também trazer soluções para essas problemáticas.

Eles podem ficar responsáveis por gerar e acompanhar as métricas, realizar auditorias, acompanhamentos da produção, realizar também orientações para equipe e treinamentos a fim de melhorar o funcionamento da empresa.

Dessa forma, podemos dizer que se encontra com um problema de perdas em sua empresa, o primeiro passo é criar uma força tarefa para realizar o controle de perdas.

  • Desenvolver políticas internas

Quando se cria uma política interna define-se quais são as obrigações e responsabilidades de cada um dentro da empresa. Ela deve dispor sobre o uso dos recursos disponíveis e também quais são as condutas desejadas.

As políticas podem falar sobre boas práticas de manuseio e armazenamento, assim também como as ações que podem ser realizadas para evitar desperdícios.’

Dar um bom norte a sua equipe é fundamental para que eles saibam para onde estão indo. Tenha isso em mente.

  • Investir em tecnologia

Como dissemos anteriormente, existem diversos softwares que podem ajudar bastante a sua empresa. Grande parte deles são pagos, nesse sentido, é necessário investir em tecnologia a fim de trazer as melhorias que a sua empresa precisa.

Utilizando a solução em tecnologia ideal para a sua empresa, certamente você poderá gerenciar de forma muito mais eficiente todo o seu estoque e ainda agregam outras funcionalidades para o controle empresarial, seja financeiro, vendas, controle de caixa, etc.

Convenhamos, organizar-se manualmente nos dias atuais é sair da largada sem nenhuma vantagem estratégica frente aos concorrentes. Como resposta a isso, os processos ficam mais caros e também é aí que acontecem as perdas.

Gostou do texto de hoje? Para mais conteúdos como este continue acessando o nosso blog!

Deixe seu comentário