Rua Salvador Simões, 596, - Ipiranga - SP
(11) 5060-2740

Artigo: remuneração variável: como recompensar seu time pelo resultado

Manter todos os colaboradores motivados não é uma tarefa fácil, o gestor deve estar atento sempre a qualquer desânimo generalizado e estar a postos para combater com um choque de bom humor e estímulo.

Uma das formas de realizar esse feito é com a remuneração variável. Esse é um conceito muito semelhante as comissões que normalmente vemos no varejo, levando em consideração diversas métricas de desempenho que vão além quantidade (e o valor) das vendas.

Curioso para saber mais sobre o que é e como funciona a remuneração variável? Continue lendo esse texto, separamos algumas informações muito relevantes para você e o seu negócio.

AFINAL, O QUE É A REMUNERAÇÃO VARIÁVEL E COMO ELA FUNCIONA?

Como já falamos acima, a remuneração variável está intimamente atrelada ao desempenho de um determinado indivíduo em um espaço de tempo (ou até uma equipe, contudo é interessante que seja aplicada individualmente).

Onde houver um indicador de desempenho há também a possibilidade de inserir uma forma de recompensa. Sejam os executivos, os vendedores, os analistas, ou mesmo a equipe de marketing.

É uma espécie de score que transforma todas as tarefas realizadas dentro da empresa em pontos que se acumulam e, ao final do tempo estabelecido esses pontos são usados como referencial para o cálculo da remuneração variável.

Vale ressaltar que todas as “regras do jogo” para conseguir os almejados pontos devem ser estabelecidas previamente e ser de conhecimento de todos. Dessa forma, o clima institucional se mantém agradável para todos uma vez que todos tem a mesma oportunidade de disputar a pontuação.

Ademais, é muito importante também ouvir o feedback dos colaboradores, afinal de contas, eles serão os beneficiados!

Essa técnica também transforma custos fixos em variáveis, para aplicá-la com sucesso em sua empresa, deve existir um grande suporte no sentido de incentivos, premiações, gratificações, possibilidade de participação acionária e também nos lucros.

Tudo deve ser minuciosamente pensado, pois esse nível de integração com os colaboradores é bastante empoderador, sendo assim, deve-se pensar também em retê-los na empresa.

Vale também ressaltar também que esse tipo de programa não substitui em hipótese alguma a remuneração fixa, como o próprio nome deixa transparecer, esse valor é uma bonificação usada para recompensar o colaborador pelo seu bom trabalho.

ALGO JÁ USADO NO MUNDO INTEIRO

Se é a primeira vez que você está ouvindo falar sobre a remuneração variável, saiba que isso é um incentivo que é utilizado em todo o mundo! Inclusive pode ser encontrado com vários nomes:

  • P4P (Pay for Performance);
  • PRP (Performance-Related Pay);
  • Incentive Pay;
  • Performance-Based Pay;
  • Value-Based purchasing; e
  • Variable Compensation.

No Brasil, um termo normalmente utilizado é Bonificação.

A REGULAMENTAÇÃO POR TRÁS DA REMUNERAÇÃO VARIÁVEL

Como tudo mais, não é só sair entregando dinheiro aos seus colaboradores, ao iniciar um programa de bonificação também é importante seguir a legislação vigente. Como não é o foco do nosso texto, somente mencionaremos essa faceta:

A lei no 10.101 de 19 de dezembro de 2000 dispõe sobre a participação dos trabalhadores nos lucros ou resultados da empresa e dá outras providências.

DESENVOLVENDO UM PLANO DE REMUNERAÇÃO VARIÁVEL

Antes de tudo é muito importante estudar a cultura empresarial, afinal de contas, tudo o que é implementado na empresa deve combinar com a própria e seus colaboradores. É necessário entender a história da mesma e o momento em que o empreendimento está inserido.

Depois de entender bem o momento da empresa, é importante determinar as métricas que realmente importam para a sua empresa. Se a sua empresa tem o foco em marketing, uma métrica que pode ser levada em consideração é o número de leads, por exemplo.

Isso definido, é possível dar os próximos passos que é a definição de metas que necessitam ser alcançadas a fim de ter direito a bonificação. Sempre válido relembrar que esse tipo de programa não pode interferir na remuneração fixa do trabalhador.

Outro ponto importante para se discutir é o limite da bonificação, afinal de contas, o dinheiro investido nesse programa não pode comprometer o balanço mensal da empresa, certo?

Uma vez feito isso, o próximo passo é a implementação desse sistema e posterior acompanhamento constante desses resultados, revisando metas e ajustando-as a depender das novas visões que a empresa adquire.

OS BENEFÍCIOS E PERIGOS DA REMUNERAÇÃO VARIÁVEL

Como todo programa voltado ao ambiente empresarial, a remuneração variável também traz uma série de benefícios que devem ser levados em consideração pelo empreendedor antes de aplica-lo a sua empresa:

  • Inventiva a busca pelo auto-melhoramento de cada colaborador, sendo que estes têm sempre a oportunidade de trazer novas competências para o ambiente de trabalho;
  • Contribui para uma maior qualidade geral, aumentando a produtividade e qualidade dos serviços oferecidos pela empresa;
  • Redução de custos e despesas do empreendimento como um todo;
  • Reforço da cultura organizacional ideal para a empresa;
  • Ajuda a reter e manter bom talentos, uma vez que esses indivíduos tem a chance de ganhar mais; e
  • Incentivo a participação dos colaboradores, melhorando, inclusive o relacionamento desses com a empresa.

 Mas como todas as ações são permeadas somente de vantagens, existem alguns perigos que também devem ser observados pelo empreendedor, afinal de contas, agora uma nova variável de gastos.

  • Pode estimular um clima de disputa dentro da empresa, logo, também podem aparecer conflitos que o gestor não precisaria lidar em outra situação;
  • A disparidade salarial pode gerar insatisfação;
  • Necessário levar novas formas de incentivo além da própria remuneração, isso porque tudo pode cair na rotina; e
  • Gerar um clima de angustia e ansiedade.

Nesse sentido, é muito importante planejar cuidadosamente a implementação de um sistema de remuneração variável.

Gostou de texto de hoje? Acompanhe o nosso blog para mais dicas como esta.

Até a próxima.

Deixe seu comentário