Rua Salvador Simões, 596, - Ipiranga - SP
(11) 5060-2740

Entenda de vez a diferença entre faturamento e lucro (e como aplicá-la no seu negócio)

Você ainda confunde os conceitos de faturamento e lucro?

Se essa dúvida ainda faz parte do seu dia a dia, está na hora de você saber a diferença entre faturamento e lucro. Porque se você não souber essa distinção, você pode até estar vendendo muito, mas provavelmente não está sobrando nenhum dinheiro para você colocar no bolso, infelizmente.

Pode até parecer mentira essa dedução, mas ela é verdade.

A comercialização dos seus produtos ou serviços podem estar de vento e polpa, porém não é só esse aspecto que determina se a sua empresa está indo bem. Por isso é essencial você entender a diferença entre faturamento e lucro para você descobrir se seu negócio realmente está indo bem ou se precisa de ajustes.

Lembre-se: a empresa que obtém lucro não é a que mais vende, necessariamente.

Se você está com uma grande interrogação na sua mente, continue lendo este artigo para você descobrir a verdade sobre esse assunto.

A diferença entre faturamento e lucro é mais sutil do que você imagina

Para entender a diferença entre faturamento e lucro, primeiramente, você precisa entender as definições de cada um dos conceitos. Faturamento é a soma de todas as vendas de uma empresa por um determinado período de tempo.

Vamos supor que você comercializa copos de vidro e, no mês de setembro, foram vendidas 20.000 unidades. Cada unidade custa R$ 1,20. Logo, seu faturamento no mês de setembro foi de R$ 24.000,00.

Como chegamos a esse valor? Apenas multiplicando o valor unitário (R$ 1,20) pelo número de unidades vendidas em setembro. Embora você tenha faturado R$ 24.000,00, não significa que o lucro da sua empresa foi esse. Porque o lucro só pode ser colocado no bolso quando você subtrai todos os custos, as despesas e os impostos a serem pagos naquele mesmo período.

Então, vamos supor que seu empreendimento teve custos equivalentes a R$ 12.000,00, despesas a R$ 3.000,00 e impostos a R$ 2.000,00. Seu lucro foi de R$ 7.000,00.

Mas por que o lucro é esse?

Porque somamos os custos, as despesas e os impostos e, na sequência, subtraímos esse valor do faturamento. Logo, o faturamento foi de R$ 24.000,00, mas o lucro foi de R$ 7.000,00. Então, agora ficou claro para você a diferença entre faturamento e lucro?

E agora? Como posso otimizar meu faturamento para conquistar mais lucro?

Com a definição dos conceitos e também dos exemplos anteriores, você conseguiu compreender que a empresa que mais lucra não é necessariamente a quem mais vende, certo?

Mas, então, como conquistar mais lucro?

O segredo está em aumentar as vendas, mas sem aumentar os custos e as despesas. Para obter esse resultado, você deve se manter permanentemente em alerta, monitorando seu fluxo de caixa para verificar todos os custos e as despesas. Muitas vezes, sua empresa pode estar despendendo mais dinheiro do que precisa para efetuar as operações de rotina.

Voltando ao exemplo anterior, imagine que você precisa aumentar a compra de matéria-prima para produzir mais copos. Então, por que ao invés de só solicitar um orçamento ao seu fornecedor atual, você não pede também um orçamento para 2 ou 3 novos fornecedores?

Por que você não analisa a relação custo e benefícios de cada um deles? Será que é possível negociar um desconto entre 10% e 15% na compra de matéria-prima em troca de um contrato de 6 meses de fornecimento exclusivo de matéria-prima?

Essas são algumas das possibilidades que você tem para aumentar a produção de copos, mas sem aumentar proporcionalmente os custos. Se você conseguir desenvolver ações como essa, estará ampliando seu mercado e, claro, vendendo mais, mas sem correr o risco de ter prejuízos. Logo, manter o controle financeiro da sua empresa é a chave do sucesso.

Continue pensando em vender mais, mas sem descuidar dos custos e despesas. Com essa atitude, você estará dominando completamente a diferença entre faturamento e lucro.

E aplicando-a no seu negócio.

Deixe seu comentário